Novidades

Introdução ao Raciocínio Lógico

Postado por Matemática é Fácil! - 27 de janeiro de 2015 Sem comentários

Equação de primeiro grau de forma fácil!
Devido a grande procura que tive em 2014 para lecionar Raciocínio Lógico, conteúdo cada vez mais frequente em provas de concursos públicos, em 2015 tenho o objetivo de me preparar para isso. Então, pretendo escrever também sobre Raciocínio Lógico em nosso blog, querendo auxiliar tanto a mim (deixando registrado meus estudos) quanto aos amigos.

Introdução ao Raciocínio Lógico



Apesar de pertencer a disciplina de Matemática, o Raciocínio Lógico está mais ligado à Filosofia, por meio de um conjunto de axiomas e regras que possibilitam um raciocínio válido. Além da importância da Matemática, algo indispensável que usamos em todos os momentos de nosso cotidiano, principalmente no trabalho seja em cargos públicos ou privados, o Raciocínio Lógico também chega a ser indispensável, afinal, a todo momento precisamos buscar as soluções mais adequadas aos problemas do cotidiano. 

O Raciocínio Lógico serve para analisar, argumentar, justificar ou provar raciocínios. Caracteriza-se pela sua precisão e exatidão, baseando-se em dados prováveis ou em fatos. É uma disciplina racional e analítica, pois segue regras que se desenvolve passo a passo. 

Lógica é a ciência que expõe as leis, os modos e as formas do conhecimento científico. Etimologicamente, o conceito de lógica deriva do latim, que deriva do termo grego lógike, relacionado com logos, e tem o significado de “razão”, “palavra”, “discurso” ou “estudo”, sendo assim a ciência do raciocínio. Dizemos então que a lógica é o estudo dos métodos e princípios utilizados para distinguir o raciocínio correto do incorreto, relacionada com uma maneira específica de raciocinar de forma acertada. 

A Lógica surgiu na Antiga Grécia com Parmênides e Heráclito. O primeiro dizia que a razão deve ser guiada de acordo com os princípios de não-contradição e de identidade com a finalidade de conhecer a verdade. Já Heráclito dizia o contrário, que o logos e a verdade encontra-se na mudança das coisas, e essa mudança se realiza sob a forma de contradição. Com o objetivo de escapar dos problemas propostos por Parmênides e Heráclito, Platão e Aristóteles oferecem soluções diferentes. A dialética (diálogo, arte de debater, persuadir ou raciocinar) de Platão é o exercício direto do pensamento e da linguagem. É um debate onde há ideias diferentes, onde um posicionamento é defendido e contradito logo depois, separando os fatos e dividindo as ideias para debatê-las com mais clareza. Mas foi Aristóteles que sistematizou e definiu a lógica como a conhecemos, o que inclusive se fez chamar por muito tempo de Lógica Aristotélica. 

Desacreditando do método dialético como um processo legitimamente lógico, mostrou o caminho acertado para a investigação da realidade sensível através da demonstração. De acordo com Aristóteles, a Lógica é um instrumento que antecede o exercício do pensamento e do discurso, ou seja, oferece meios para que o pensamento e o discurso possam se realizar. Assim, a dialética platônica é um modo de conhecer e a lógica aristotélica é um instrumento para o conhecer. A lógica de Aristóteles tinha um objetivo metodológico, mostrando o caminho correto para a investigação, o conhecimento e a demonstração científica. Para ele, os elementos constituintes da Lógica são o conceito, o juízo e o raciocínio, fazendo as leis da lógica corresponderem às ligações e relações que existem entre esses elementos. 

Apesar de descobertas limitações na Lógica de Aristóteles (virando obstáculos para o avanço da ciência), e apesar dos grandes avanços da lógica, a lógica aristotélica persiste até os nossos dias atuais. 

Além da Lógica Clássica, fundamentada em métodos não matemáticos vindos da Filosofia e seguindo um caráter intuitivo, temos também a Lógica Formal ou Lógica Matemática, baseando-se em métodos e técnicas matemáticas. A Lógica Matemática é caracterizada pela axiomatização, pelo simbolismo e pelo formalismo, analisando o raciocínio segundo operações e relações de cálculo específico. 

Nas próximas postagens, falaremos sobre os fundamentos da Lógica e seguiremos com explicações passo a passo dessa disciplina.



Sem comentário no artigo " Introdução ao Raciocínio Lógico "

‣ Escreva em $\LaTeX$ nos comentários dos artigos deste blog. Insira equações entre os símbolos de \$.
‣ Exemplo: \$x^{2}=100\$ gerará $x^{2}=100$;
‣ Teste equações antes de enviar seu comentário. Ver ajuda em latex.matematicaefacil.com.br
‣ Atente para a politica de comentários do blog.
‣ Marque a opção Notifique-me para ser avisado quando o seu comentário for respondido.