Novidades

Últimos artigos
Artigos na categoria: "Ensino"

Países do Continente Africano: Gana

- 6 de julho de 2021 Sem comentários

 



Com o objetivo de expandir o nosso conhecimento sobre o Continente Africano, vamos compartilhar um pouco (e aos poucos) sobre cada um dos 54 países desse continente. Hoje, conheceremos um pouco sobre GANA.

Países do Continente Africano: Gana



Sou colecionador de camisas de futebol, e atualmente, estou iniciando a coleção de seleções de países do Continente Africano. A cada camisa adquirida, sempre compartilho em minhas redes sociais um pequeno resumo sobre o país referente a camisa postada. Então, pensei em compartilhar com mais pessoas por este blog, com a vantagem de poder colocar mais fotos.

Mas, qual o motivo de um blog sobre Matemática compartilhar informações sobre países do Continente Africano? O motivo é simples: assim como a humanidade, a Matemática iniciou e se desenvolveu na África!

Países do Continente Africano: Gana



Neste blog, já temos alguns artigos sobre o assunto, que você pode conferir clicando no próprio assunto citado abaixo:


No Instagram, atualizamos sempre publicações sobre África, a Matemática no Continente Africano, cursos sobre Educação antirracista, entre outros.



Mas, porquê estudar a Matemática no Continente Africano? Aliás, porquê estudar a História da África?


  •  África é o berço da humanidade e foi em África que o ser humano inventou a Matemática, o fogo, a escrita, a astronomia, o calendário, a engenharia, a medicina, a filosofia, entre diversos outros ramos da ciência e do conhecimento humano;

  •  Brasil é o 2º país de maior população negra do mundo, atrás somente da Nigéria;

  •  No Brasil, aproximadamente, 56% das pessoas são pretas e pardas;

  •  África é o continente que mais contribuiu para a formação do Brasil (seja na sociedade ou na cultura), portanto, para compreender a história do Brasil, é necessário conhecer a história da África;

  •  Descolonizar o pensamento que os povos europeus impuseram ao mundo, apagando os conhecimentos sociais, culturais, matemáticos e científicos dos povos africanos;

  •  Desmistificar a Matemática como uma ciência fria, abstrata e superior, mostrando que é uma prática social, descoberta e utilizada desde o início da humanidade, na África;

  •  Cumprir a lei 10.639/03, que insere a História da África e Cultura Afro-brasileira nos estabelecimentos de ensino públicos e particulares.


Alguns dados sobre a África:


  •  3º maior continente em extensão territorial = 30 milhões de km²;

  •  2º continente mais populoso do mundo = 1,2 bilhões de habitantes;

  •  Ocupa 20% da área continental do planeta Terra.


Conheça a história dos povos africanos por meio dos jogos matemáticos! Participe do nosso curso: Jogos Matemáticos do Continente Africano.

Conheça a história dos povos africanos por meio dos jogos matemáticos! Participe do nosso curso: Jogos Matemáticos do Continente Africano.


O curso será realizado online via Google Meet, no dia 10/06/2021, das 19h às 21h.

Faça já a sua inscrição: https://bit.ly/jogosmat1208



Países do Continente Africano: Gana


Países do Continente Africano: Gana


República de Gana é um país da África Ocidental e faz divisas com Togo, Burkina Fasso e Costa do Marfim. Sua capital e maior cidade é Acra, e a língua oficial é o inglês, seguido pelas línguas regionais, como o kwa e o gur. Possui mais de 27 milhões de habitantes, compostos pelos grupos étnicos: acãs (44%), móssi-dagombas (16%), euês (13%) e gás (8%), entre outros. A religião mais praticada é o protestantismo (24%), seguido pelas crenças tradicionais (22%), islamismo (20%), cristianismo independente (16%) e outros cristãos (14%). A moeda oficial é o Cedi.

Países do Continente Africano: Gana



Gana significa Guerreiro ou Guerreiro Rei (Warrior King), que era o nome dado ao poderoso Império de Gana e aos reis desse império. Apesar do nome, o Império de Gana situava-se nos territórios do Mali e Mauritânia. Porém, há hipóteses de que o povo fugiu do Império de Gana após ter sido dominado pelo Império do Mali, para manter sua cultura e religião, em direção ao atual território da República de Gana.

Países do Continente Africano: Gana


Os primeiros habitantes de Gana, provém da Idade do Bronze (5.000 anos atrás). O nome Gana foi dado ao país, que antigamente era chamado de Costa do Ouro (devido a abundância desse metal), após sua independência em 1957 (o primeiro país a sair do colonialismo britânico). O nome foi escolhido para refletir a força do antigo Império de Gana. O território abrigou os reinos acãs, como o Reino Bono e o rico Império Axante, onde até hoje mantém suas tradições.

Países do Continente Africano: Gana



Na economia, Gana é o maior produtor de cacau no mundo, e um grande exportador de ouro, diamantes, petróleo, manganês, bauxita e madeira. Na agricultura, além do cacau, tem destaque o café, amendoim, tabaco, inhame, milho, arroz e frutas tropicais. A pesca também é de grande destaque, e na indústria compreende o refino de petróleo e a fabricação de metais, móveis, material de construção, cerveja, cigarro, produtos químicos e a barragem de sua hidrelétrica forma o lago artificial mais extenso do mundo, o Volta. Tudo isso faz de Gana uma das economias mais estáveis do continente africano, com a economia de crescimento mais rápido do mundo entre 2018 e 2019. Também, tem a 3ª moeda mais forte, é o 3º mais pacífico e o 4º país mais poderoso da África.


Países do Continente Africano: Gana



A cultura de Gana é de extrema riqueza, que expressa tradição, ancestralidade e religiosidade. O destaque vai para os tecidos Kente (utilizados nas vestimentas e turbantes), conhecidos por suas cores, história e simbolismo para a sociedade. Também, os Adinkras (conjunto de símbolos gráficos que representam palavras e ideias expressas em provérbios) são destaques. Tradicionalmente, os Adrinkras são estampados com tinta vegetal em tecidos de algodão. Em uma de suas simbologias, os Adinkras também são utilizados no Kwanzaa, celebrada em diversos países, tanto no Brasil quanto em países do continente africano, inclusive em Gana. É uma comemoração reflexiva e cultural, comemorada por 7 dias (26 de dezembro à 01 de janeiro), através da valorização de 7 princípios: unidade, autodeterminação, trabalho coletivo com responsabilidade, cooperação econômica, propósito, criatividade e fé. Além da tradição estética, os símbolos transmitem aspectos da história, filosofia e valores culturais ancestrais do povo acã e asante. Ambos, os tecidos Kente e os Adinkras, além da representação visual da história e da forma de linguagem escrita, possuem uma Matemática incrível. Na música, o estilo dançante chamado high life é muito tocado nos bares e clubes, e os ganeses adoram instrumentos de percussão, principalmente os tambores, de grande influência no Brasil. Em Acra (capital de Gana), há uma comunidade chamada “Tabom”, que é formada por um grupo de descendentes dos povos africanos no Brasil, que retornaram a Gana no século XIX, e o nome foi dado devido a dificuldade de comunicação pois o povo que chegou do Brasil só falava português, e como a língua da Gana é o inglês, tudo que era dito aos regressos do Brasil eles respondiam “tabom”.


Países do Continente Africano: Gana



O esporte mais popular em Gana é o futebol. A seleção feminina é conhecida como Black Queens (Rainhas Negras) e participaram de três Copas do Mundo. A seleção masculina é uma das maiores forças do futebol no continente africano, e também participou de três Copas do Mundo. Foi campeão da Copa das Nações Africanas por 4 vezes (1963, 1965, 1978 e 1982), da Copa da África Ocidental por 5 vezes (1982, 1983, 1984, 1986 e 1987) e da Copa das Nações do Oeste Africano por 2 vezes (2013 e 2017). Nos Jogos Olímpicos, conquistou a medalha de bronze em 1992 (a 1ª equipe de futebol do continente africano a conquistar uma medalha olímpica). Nos Jogos Pan-Africanos, conquistou 2 medalhas de bronze (1978 e 2003). Gana também se destaca nas categorias de base, foi campeão da Copa do Mundo Sub-20 (2009), vencendo o Brasil na final, nos pênaltis (4x3), após um empate em 0x0. Também, foi campeão Mundial Sub-17 por 2 vezes, em 1991 e 1995.


Países do Continente Africano: Gana


Países do Continente Africano: Gana






Países do Continente Africano: Guiné

- 24 de junho de 2021 Sem comentários
Com o objetivo de expandir o nosso conhecimento sobre o Continente Africano, vamos compartilhar um pouco (e aos poucos) sobre cada um dos 54 países desse continente. Hoje, conheceremos um pouco sobre GUINÉ.
Países do Continente Africano: Guiné
Sou colecionador de camisas de futebol, e atualmente, estou iniciando a coleção de seleções de países do Continente Africano. A cada camisa adquirida, sempre compartilho em minhas redes sociais um pequeno resumo sobre o país referente a camisa postada. Então, pensei em compartilhar com mais pessoas por este blog, com a vantagem de poder colocar mais fotos.


Mas, qual o motivo de um blog sobre Matemática compartilhar informações sobre países do Continente Africano? O motivo é simples: assim como a humanidade, a Matemática iniciou e se desenvolveu na África!

Países do Continente Africano: Guiné



Neste blog, já temos alguns artigos sobre o assunto, que você pode conferir clicando no próprio assunto citado abaixo:










No Instagram, atualizamos sempre publicações sobre África, a Matemática no Continente Africano, cursos sobre Educação antirracista, entre outros.


Mas, porquê estudar a Matemática no Continente Africano? Aliás, porquê estudar a História da África?

  • África é o berço da humanidade e foi em África que o ser humano inventou a Matemática, o fogo, a escrita, a astronomia, o calendário, a engenharia, a medicina, a filosofia, entre diversos outros ramos da ciência e do conhecimento humano;

  • Brasil é o 2º país de maior população negra do mundo, atrás somente da Nigéria;

  • No Brasil, aproximadamente, 56% das pessoas são pretas e pardas;

  • África é o continente que mais contribuiu para a formação do Brasil (seja na sociedade ou na cultura), portanto, para compreender a história do Brasil, é necessário conhecer a história da África;

  • Descolonizar o pensamento que os povos europeus impuseram ao mundo, apagando os conhecimentos sociais, culturais, matemáticos e científicos dos povos africanos;

  • Desmistificar a Matemática como uma ciência fria, abstrata e superior, mostrando que é uma prática social, descoberta e utilizada desde o início da humanidade, na África;

  • Cumprir a lei 10.639/03, que insere a História da África e Cultura Afro-brasileira nos estabelecimentos de ensino públicos e particulares.


Alguns dados sobre a África:

  • 3º maior continente em extensão territorial = 30 milhões de km²;

  • 2º continente mais populoso do mundo = 1,2 bilhões de habitantes;

  • Ocupa 20% da área continental do planeta Terra.

Conheça a história dos povos africanos por meio dos jogos matemáticos! Participe do nosso curso: Jogos Matemáticos do Continente Africano.

Países do Continente Africano: Guiné

O curso será realizado online via Google Meet, no dia 10/06/2021, das 19h às 21h.

Faça já a sua inscrição: 
https://bit.ly/jogosmat1208   


Países do Continente Africano: Guiné 


Países do Continente Africano: Guiné

República da Guiné, também conhecida como Guiné-Conacri (para não ser confundida com Guiné-Bissau) é um país da África Ocidental banhado pelo Oceano Atlântico. Até a sua independência em 1958, o país era conhecido como Guiné Francesa. Além da porção continental, faz parte do país uma série de ilhas, entre as quais se destacam Los, Roume e Kassa. O país faz divisas com Guiné-Bissau, Senegal, Mali, Costa do Marfim, Libéria e Serra Leoa. Sua capital é Conacri, que é o centro administrativo, cultural, financeiro e econômico do país. A língua oficial é o francês, seguido pelas línguas regionais, como o sussu e o manicá. Existem diversas etnias, entre elas os fulanis (35%), os mandingas (30%) e os sussus (20%). A religião principal é o islamismo (68,6%), seguido pelas crenças tradicionais (27,8%), cristianismo (3,4%) e ateísmo (0,2%). A moeda é o Franco Guineense, e o país possui mais de 10 milhões de habitantes.


Países do Continente Africano: Guiné

O nome Guiné pode derivar de um império que existiu no século VIII na região, conhecido como Djinne ou Ghinea. Também, pode ser derivado do nome “Gana”, no qual o território era chamado na época de um dos impérios mais poderosos e ricos da história, o Império do Mali. Guiné significa "Terra dos Negros". No território da atual Guiné, houveram outros impérios, como o Songai, Peúle e Mandinga. Os primeiros habitantes da região foram os caçadores-coletores há cerca de 30.000 anos, seguidos pelos pigmeus e outros povos vindos do Mali, Níger e Senegal.


Países do Continente Africano: Guiné

Guiné possui um dos climas mais úmidos da África Ocidental, com uma densa floresta tropical, e o maciço de Fouta Djalon, com média de 915 metros de altitude. Cerca de 22 rios na África Ocidental possuem origem na Guiné, entre eles, as nascentes dos rios Níger, Gâmbia e Senegal. Os principais rios são o Bafing e o Gâmbia, que começam em Fouta Djalon e correm na direção nordeste, rumo ao Mali e ao Senegal, respectivamente.


Países do Continente Africano: Guiné

A economia é beneficiada pela fartura de riquezas minerais, o país possui uma das maiores reservas de bauxita do mundo (um terço do principal minério de alumínio), além de jazidas de ferro, diamante, ouro e urânio. Também, a Guiné tem um grande potencial de crescimento na agricultura e pesca, com terras férteis, condições climáticas e disponibilidade de água, com destaque na produção de arroz, mandioca, inhame, algodão, amendoim, café, banana e abacaxi. A indústria se destaca na fabricação de alumínio, cimento, cigarro e alimentos.


Países do Continente Africano: Guiné

Na cultura, Guiné é forte na música e conhecida em todo o mundo através dos djembefolás (tocadores de djembê). No Brasil, vemos essa cultura por meio dos maracatus, dos afoxés, entre outros. Outro estilo tradicional é o Mandingue, e, independente do estilo, todos eles são caracterizados pelo uso intenso de instrumentos de percussão e cordas. Realizações criativas na dança moderna e na música popular deram aos músicos e cantores guineenses uma reputação internacional, inclusive esses ritmos são tradicionais também no Ballet Nacional Guineense. Na literatura, os escritores exibem um forte senso de nacionalismo. O país é forte nos artesanatos em couro, joias e esculturas em madeira.


Países do Continente Africano: Guiné

O esporte mais popular na Guiné é o futebol, uma espécie de religião no país. Geralmente, as crianças bloqueiam uma rua inteira com uma rede, parando o trânsito, para jogar. A Federação Guineana de Futebol foi campeã da Copa Amílcar Cabral por 5 vezes, nos anos de 1981, 1982, 1987, 1988 e 2005. Na Copa das Nações Africanas, foi vice campeã em 1976.


Países do Continente Africano: Guiné

Países do Continente Africano: Guiné

Países no Continente Africano: Angola

- 29 de maio de 2021 Sem comentários

Com o objetivo de expandir o nosso conhecimento sobre o Continente Africano, vamos compartilhar um pouco (e aos poucos) sobre cada um dos 54 países desse continente. Hoje, conheceremos um pouco sobre a ANGOLA

Países no Continente Africano: Angola



Sou colecionador de camisas de futebol, e atualmente, estou iniciando a coleção de seleções de países do Continente Africano. A cada camisa adquirida, sempre compartilho em minhas redes sociais um pequeno resumo sobre o país referente a camisa postada. Então, pensei em compartilhar com mais pessoas por este blog, com a vantagem de poder colocar mais fotos.


Mas, qual o motivo de um blog sobre Matemática compartilhar informações sobre países do Continente Africano? O motivo é simples: assim como a humanidade, a Matemática iniciou e se desenvolveu na África!

Países no Continente Africano: Angola



Neste blog, já temos alguns artigos sobre o assunto, que você pode conferir clicando no próprio assunto citado abaixo:




No Instagram, atualizamos sempre publicações sobre África, a Matemática no Continente Africano, cursos sobre Educação antirracista, entre outros.


Mas, porquê estudar a Matemática no Continente Africano? Aliás, porquê estudar a História da África?


  • África é o berço da humanidade e foi em África que o ser humano inventou a Matemática, o fogo, a escrita, a astronomia, o calendário, a engenharia, a medicina, a filosofia, entre diversos outros ramos da ciência e do conhecimento humano;

  •  Brasil é o 2º país de maior população negra do mundo, atrás somente da Nigéria;

  •  No Brasil, aproximadamente, 56% das pessoas são pretas e pardas;

  •  África é o continente que mais contribuiu para a formação do Brasil (seja na sociedade ou na cultura), portanto, para compreender a história do Brasil, é necessário conhecer a história da África;

  •  Descolonizar o pensamento que os povos europeus impuseram ao mundo, apagando os conhecimentos sociais, culturais, matemáticos e científicos dos povos africanos;

  •  Desmistificar a Matemática como uma ciência fria, abstrata e superior, mostrando que é uma prática social, descoberta e utilizada desde o início da humanidade, na África;

  •  Cumprir a lei 10.639/03, que insere a História da África e Cultura Afro-brasileira nos estabelecimentos de ensino públicos e particulares.


Alguns dados sobre a África:

  •  3º maior continente em extensão territorial = 30 milhões de km²;

  • 2º continente mais populoso do mundo = 1,2 bilhões de habitantes;

  •  Ocupa 20% da área continental do planeta Terra.


Conheça a história dos povos africanos por meio dos jogos matemáticos! Participe do nosso curso: Jogos Matemáticos do Continente Africano.

Países no Continente Africano: Angola

 
O curso será realizado online via Google Meet, no dia 10/06/2021, das 19h às 21h.

Faça já a sua inscrição: 
http://bit.ly/cursojogosmat  


Países no Continente Africano: Angola


Países no Continente Africano: Angola


República de Angola é um país do sudoeste da África, localizado na África Central, banhado pelo Oceano Atlântico. Sua capital é Luanda, e o país possui mais de 32 milhões de habitantes, sendo o português a língua oficial, seguido por outras línguas regionais, como o umbundu, o quimbundo, o quicongo, o ovimbundo e o congo. A população é formada por grupos étnicos nativos, entre eles os ovimbundos (37%), os umbundus (25%) e os congos (13%). A religião majoritária é o catolicismo (67%), seguido pelo protestantismo (28%) e crenças tradicionais (5%). A moeda do país é o Kwuanza, nome do principal rio do país.

Países no Continente Africano: Angola


Angola faz divisas com República Democrática do Congo, Zâmbia e Namíbia. Seu nome é derivado do termo banto Ngola, título dos reis do Reino do Ndongo. O termo possui raízes de Ngolo, que significa força, nas línguas quimbundo e quicongo. Também, existiram outros reinos que, além de ocuparem partes de territórios de outros países, ocuparam partes de Angola, como o Reino do Congo e o Reino Lunda.

Países no Continente Africano: Angola


O país é rico em recursos naturais e contém grandes reservas de petróleo (responsável por 90% das exportações) e outras riquezas minerais, como o diamante, ouro, prata, ferro, sal e gás natural. Os principais itens agrícolas produzidos são, café, mandioca, cana-de-açúcar, milho, algodão e banana. A pesca tem bom destaque em Angola, e na indústria destacam-se os ramos siderúrgico, têxtil, químico, petroquímico, açúcar e vidro.

Países no Continente Africano: Angola


Com grande diversidade cultural, Angola tem destaque na literatura, com Agostinho Neto, Pepetela, Luandino Vieira, Viriato Cruz, entre outros. A União dos Escritores Angolanos foi um importante grupo nos anos de 1970 e 1980, auxiliando diversos escritores e publicarem seus livros. Na música, tem destaque no semba (ou umbigada, uma das fontes de criação do samba brasileiro), na rumba congolesa, no merengue angolano e no kuduro, e seus ritmos, assim como a religião, tem influência no Brasil e em Cuba. O país também possui tradições nas festas típicas, como o carnaval, a festa do mar, a festa das frutas e a festa da Nossa Senhora de Muxima. Resumindo, Angola e Brasil estão muito ligados na língua, na cultura e na religião, e ainda temos a galinha d’angola.

Países no Continente Africano: Angola


No esporte, o basquete é o mais popular. Possui o maior número de títulos (11) no Afrobasket, e sempre compete na Copa do Mundo e nos Jogos Olímpicos de Verão. O país já foi sede da Copa do Mundo de Hóquei em Patins, e possui fortes raízes na arte marcial como a Capoeira, com forte influência no Brasil.

Países no Continente Africano: Angola


No futebol maculino, Angola foi sede da Copa das Nações Africanas, em 2010. A Seleção Angolana de Futebol, conhecida como os Palancas Negras (uma subespécie rara de antílope, que existe somente em Angola e simboliza a vivacidade, a velocidade e a beleza), foi campeã da Copa COSAFA (Conselho das Associações de Futebol da África Austral) por 3 vezes, em 1999, 2001 e 2004. Conquistou medalhas de prata na Copa das Nações Africanas em 2011, nos Jogos da Lusofonia (evento multidesportivo entre os países de língua portuguesa, semelhante aos Jogos Olímpicos) em 2006 e nos Jogos da CPLP (semelhante aos Jogos da Lusofonia, com atletas de idade inferior a 16 anos) em 2014. Conquistou medalhas de bronze nos Jogos da Lusofonia em 2009 e nos Jogos da CPLP em 2012. Também, foi campeã Sub-21 na Copa das Nações Africanas em 2001. No futebol feminino, chegou em 3º lugar na Copa das Nações Africanas e em 2º lugar na Copa COSAFA.

Países no Continente Africano: Angola



Países no Continente Africano: Angola


 


Dia da África: 25 de maio

- 25 de maio de 2021 Sem comentários

 Dia 25 de maio é comemorado o Dia da África, também conhecido como Dia da Libertação Africana. O dia é uma homenagem à fundação da Organização da Unidade Africana (OUA) em 1963, em que 30 nações do continente africano se reuniram em Addis Abeba, na Etiópia, para unificar a luta dos países africanos contra o apartheid, o colonialismo e o imperialismo europeu, em busca da independência. Etiópia é símbolo de luta por ser o único país a resistir à invasão europeia, e junto com a Libéria, foram os únicos países não colonizados. Inclusive, as bandeiras de grande parte dos países africanos levam as cores da bandeira da Etiópia, que também foi território de grandes impérios, como Abissínia e Axum.


Dia da África: 25 de maio


Em 1972, a Organização das Nações Unidas (ONU) oficializou o Dia da África, devido a grande importância desse encontro, que resultou em diversas lutas, originando a independência dos países africanos, assim como a valorização e autoestima do povo preto em África e nas diversas diásporas, também incentivando o retorno de seres humanos oriundos do continente africano que estavam em outros continentes. O dia 25 de maio é símbolo do desejo de uma África livre, em busca de uma unidade do povo africano em busca do progresso e desenvolvimento econômico de todo o continente.

Dia da África: 25 de maio


Com o objetivo de melhorar o desenvolvimento econômico, foi fundada em 1991 a Comunidade Econômica Africana. Em 2002, a Organização da Unidade Africana (OUA) foi substituída pela União Africana (UA), ampliando suas ações em prol da democracia, dos direitos humanos e de desenvolvimento econômico e social.

Dia da África: 25 de maio

Apesar de sua importância, o Dia da África é feriado em somente 5 países do continente africano: Gana, Mali, Namíbia, Zâmbia e Zimbábue. Porém, diversos outros países africanos e de outros continentes comemoram o dia, com eventos reflexivos sobre a valorização da África, dos africanos e reverenciando as lutas contra o colonialismo e imperialismo europeu. África é o continente que mais contribuiu para a formação social e cultural do Brasil, portanto, para compreender a história do Brasil, é necessário conhecer a história da África.

Dia da África: 25 de maio




Um pouco sobre a África


África é o 3º maior continente da Terra (com cerca de 30 milhões de km²), o 2º continente mais populoso do mundo (aproximadamente 1,2 bilhões de habitantes), e ocupa 20% da área continental do planeta. Possui 8.050 km de comprimento na direção norte-sul e 7.560 km de leste a oeste. É banhado pelos oceanos Atlântico e Índico e pelos mares Mediterrâneo e Vermelho. Possui 54 países reconhecidos, e 2 territórios não reconhecidos como países (Saara Ocidental e Somalilândia). O continente é dividido entre as regiões: África do Norte ou Setentrional, África Ocidental, África Oriental, África Central e África Meridional ou Austral (região sul). África é o continente mais quente e mais árido do planeta.

Dia da África: 25 de maio


Existem diversos significados para o nome África, entre eles, do latim: aprica = ensolarado; do grego: aphriké = sem frio, ou seja, terra quente e ensolarada. Em egípcio: afruika = para virar em direção à abertura do Ka (útero ou berço), dando a ideia de Mãe África, o berço da humanidade.

Dia da África: 25 de maio

Os primeiros seres humanos surgiram em África, assim como a Matemática, o fogo, a escrita, a astronomia, o calendário, a engenharia, a medicina, a filosofia, entre diversos outros ramos da ciência e do conhecimento humano. Também, o continente abriga as primeiras universidades do mundo: A Universidade Ez-Zitouna (Tunísia, em 737), a Universidade Al-Karaouine (Marrocos, em 859), a Universidade de Alazar (Egito, em 988) e a Universidade de Sancoré (Mali, em 989). Essas universidades estudavam / pesquisavam diversos ramos do conhecimento, como Matemática, astronomia, física, química, medicina, farmácia, engenharia, agricultura, entre outros.

Dia da África: 25 de maio


Dia da África: 25 de maio

África é o continente que mais contribuiu para a formação social e cultural do Brasil, portanto, para compreender a história do Brasil, é necessário conhecer a história da África. O Brasil foi o país que mais recebeu os seres humanos do continente africano, e consequentemente, somos o 2º país de maior população negra do mundo, atrás somente da Nigéria.

Dia da África: 25 de maio


O continente africano, além de berço da humanidade e do conhecimento humano, também é berço de diversos reinos e impérios poderosos, como: Abissínia e Axum (ambos na Etiópia), Egito (a mais fantástica civilização da humanidade), Cuxe (Núbia), Gana, Mali (o mais rico império da humanidade, e consequentemente, Mansa Musa foi o homem mais rico da história), Songai, Cartago, Congo, Benin, Daomé, Ashanti, entre outros. Podemos afirmar que somos descendentes de rainhas, reis e pessoas conhecedoras das ciências.

Dia da África: 25 de maio


Dona de uma belíssima fauna, flora, riquezas minerais (ouro, diamante, prata, cobre, zinco, ferro, fosfato, bauxita, urânio, petróleo, entre outros) e agricultura, além da grande sabedoria de seus habitantes, África sempre foi alvo da ganância dos povos europeus, estadunidenses e atualmente, chineses. Também, África é dona de uma belíssima e grande diversidade de povos, línguas e culturas.

Dia da África: 25 de maio


Como coleciono camisas de futebol de seleções do continente africano, apresento a vocês a camisa Africa Unity, a primeira camisa de futebol continental do mundo, produzida pela Puma para ser usado pelas 12 seleções nacionais africanas patrocinadas pela marca. A camisa, oficialmente sancionada pela FIFA como o terceiro uniforme dessas 12 seleções foi usada pela primeira vez em maio de 2010 em Paris, onde jogadores de Camarões, Gana e Costa do Marfim fizeram um amistoso contra o AllStar XI, formado também por jogadores dos 3 países onde cada um utilizou a camisa de sua própria seleção.

Dia da África: 25 de maio


O desenho único é inspirado na paisagem africana, com amostras de solo reais do solo de Gana, Costa do Marfim, África do Sul e Camarões que foram misturadas para criar uma cor unificada usada na camisa no tom marrom em um degradê que parte para o azul do céu e o calor do sol representando nos números dos jogadores.

Dia da África: 25 de maio


O kit vem com os escudos avulsos para serem aplicados na camisa das seleções de Camarões, Gana, Costa do Marfim e Argélia.

Dia da África: 25 de maio


Mas, qual o motivo de um blog sobre Matemática compartilhar informações sobre países do Continente Africano? O motivo é simples: assim como a humanidade, a Matemática iniciou e se desenvolveu na África!

Neste blog, já temos alguns artigos sobre o assunto, que você pode conferir clicando no próprio assunto citado abaixo:




No Instagram, atualizamos sempre publicações sobre África, a Matemática no Continente Africano, cursos sobre Educação antirracista, entre outros.



Abaixo, seguem alguns motivos para estudarmos sobre a história da África, inclusive nas aulas de Matemática:



  •  África é o berço da humanidade e foi em África que o ser humano inventou a Matemática, o fogo, a escrita, a astronomia, o calendário, a engenharia, a medicina, a filosofia, entre diversos outros ramos da ciência e do conhecimento humano;

  •  Brasil é o 2º país de maior população negra do mundo, atrás somente da Nigéria;

  •  No Brasil, aproximadamente, 56% das pessoas são pretas e pardas;

  •  África é o continente que mais contribuiu para a formação do Brasil (seja na sociedade ou na cultura), portanto, para compreender a história do Brasil, é necessário conhecer a história da África;

  •  Descolonizar o pensamento que os povos europeus impuseram ao mundo, apagando os conhecimentos sociais, culturais, matemáticos e científicos dos povos africanos;

  •  Desmistificar a Matemática como uma ciência fria, abstrata e superior, mostrando que é uma prática social, descoberta e utilizada desde o início da humanidade, na África;

  •  Cumprir a lei 10.639/03, que insere a História da África e Cultura Afro-brasileira nos estabelecimentos de ensino públicos e particulares.


Conheça a história dos povos africanos por meio dos jogos matemáticos! Participe do nosso curso: Jogos Matemáticos do Continente Africano.
 
Dia da África: 25 de maio




O curso será realizado online via Google Meet, no dia 10/06/2021, das 19h às 21h.


Faça já a sua inscrição: http://bit.ly/cursojogosmat 


Países no Continente Africano: Serra Leoa

- 15 de maio de 2021 Sem comentários


Com o objetivo de expandir o nosso conhecimento sobre o Continente Africano, vamos compartilhar um pouco (e aos poucos) sobre cada um dos 54 países desse continente. Hoje, conheceremos um pouco sobre SERRA LEOA.
Países no Continente Africano: Serra Leoa



Sou colecionador de camisas de futebol, e atualmente, estou iniciando a coleção de seleções de países do Continente Africano. A cada camisa adquirida, sempre compartilho em minhas redes sociais um pequeno resumo sobre o país referente a camisa postada. Então, pensei em compartilhar com mais pessoas por este blog, com a vantagem de poder colocar mais fotos.


Mas, qual o motivo de um blog sobre Matemática compartilhar informações sobre países do Continente Africano? O motivo é simples: assim como a humanidade, a Matemática iniciou e se desenvolveu na África!

Países no Continente Africano: Serra Leoa


Neste blog, já temos alguns artigos sobre o assunto, que você pode conferir clicando no próprio assunto citado abaixo:





No Instagram, atualizamos sempre publicações sobre África, a Matemática no Continente Africano, cursos sobre Educação antirracista, entre outros.


Mas, porquê estudar a Matemática no Continente Africano? Aliás, porquê estudar a História da África?

 

  •       África é o berço da humanidade e foi em África que o ser humano inventou a Matemática, o fogo, a escrita, a astronomia, o calendário, a engenharia, a medicina, a filosofia, entre diversos outros ramos da ciência e do conhecimento humano;


  •        Brasil é o 2º país de maior população negra do mundo, atrás somente da Nigéria;


  •        No Brasil, aproximadamente, 56% das pessoas são pretas e pardas;

 

  •       África é o continente que mais contribuiu para a formação do Brasil (seja na sociedade ou na cultura), portanto, para compreender a história do Brasil, é necessário conhecer a história da África;


  •       Descolonizar o pensamento que os povos europeus impuseram ao mundo, apagando os conhecimentos sociais, culturais, matemáticos e científicos dos povos africanos;


  •       Desmistificar a Matemática como uma ciência fria, abstrata e superior, mostrando que é uma prática social, descoberta e utilizada desde o início da humanidade, na África;


  •       Cumprir a lei 10.639/03, que insere a História da África e Cultura Afro-brasileira nos estabelecimentos de ensino públicos e particulares.



 Alguns dados sobre a África:

 

  •        3º maior continente em extensão territorial = 30 milhões de km²;


  •       2º continente mais populoso do mundo = 1,2 bilhões de habitantes;


  •        Ocupa 20% da área continental do planeta Terra.



Conheça a história dos povos africanos por meio dos jogos matemáticos! Participe do nosso curso: Jogos Matemáticos do Continente Africano. 


Países no Continente Africano: Serra Leoa


O curso será realizado online via Google Meet, no dia 10/06/2021, das 19h às 21h.


Faça já a sua inscrição: http://bit.ly/cursojogosmat  



Países do Continente Africano: Serra Leoa


Países no Continente Africano: Serra Leoa



República de Serra Leoa é um país do oeste da África, ou seja, da África Ocidental, banhado pelo Oceano Atlântico. Faz divisas com Guiné e Libéria, e sua capital é Freetown, que é a maior cidade e principal centro econômico do país. Também, o país abriga a universidade mais antiga da África Ocidental, a Fourah Bay College, fundada em 1827, assim como possui o terceiro maior porto natural do mundo. A moeda do país é o Leone.

Países no Continente Africano: Serra Leoa


A população, com mais de 6 milhões de habitantes, é formada pelos mendes (35%), temnes (32%), limbas (8,4%), conos (5,2%), entre outros grupos sociais, totalizando 16 etnias. O inglês é a língua oficial, seguida pelo crioulo, mende, limba e temne. Entre as religiões, o islamismo tem 45,9%, seguido pelas crenças tradicionais (40,2%), cristianismo (12,8%) e sem religião (2%). São raros os conflitos étnicos e religiosos no país, devido a liberdade religiosa garantida pela constituição.

Países no Continente Africano: Serra Leoa



O nome Serra Leoa, dado pelo português Pedro de Sintra no ano de 1460, deriva-se ao monte Serra Leoa. Essa serra tem semelhança a uma leoa ao ser avistada de longe, no mar. Também, o trovejar na época das chuvas assemelhava-se ao rugido da leoa. Provavelmente, Serra Leoa começou a ser habitada há mais de 2500 anos.

Países no Continente Africano: Serra Leoa



Rica em minerais (diamante, ouro, bauxita, cromo, ferro, rutilo e platina) a mineração e a agricultura são os pilares da economia em Serra Leoa. A indústria se destaca no refino de petróleo (importado) e na fabricação de móveis, tecidos, cimento, cigarro e óleo de palma.

Países no Continente Africano: Serra Leoa


Na cultura, tem destaque a música e a dança, com grande diversidade entre as diferentes comunidades. A Trupe Nacional de Dança da Serra Leoa já ganhou fama na Feira Mundial de Nova Iorque em 1964 / 1965. A culinária também é diversa, com destaque aos variados tipos de preparos de arroz e a variedade de alimentos feitos com frutas e vegetais. A cerveja de gengibre é uma bebida típica não alcoólica.

Países no Continente Africano: Serra Leoa


O esporte mais popular é o futebol, seguido pelo atletismo. A Seleção Serra-Leonesa de Futebol nunca disputou uma Copa do Mundo, e foi campeã da Copa Amílcar Cabral por 2 vezes, em 1993 e 1995.

Países no Continente Africano: Serra Leoa



Países no Continente Africano: Serra Leoa